Plano dos avisos de abertura de candidaturas ao FEDER, FSE e Fundo de Coesão - Última versão

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Várias aplicações do Estado deixam de funcionar no Chrome (IRS, Balcão 2020, etc)

A partir de hoje deixou de ser possível utilizar o navegador Chrome da Google para proceder à entrega de declarações fiscais no Portal das Finanças ou para aceder ao Balcão 2020. Este browser deixou de suportar a leitura de plugins em código Java, a linguagem em que se baseia, por exemplo, a aplicação a que se acede dentro do Portal das Finanças para entregar o IRS. Com o novo navegador da Microsoft, o Edge, sucede o mesmo.

Os utilizadores que apenas tenham instalado o Chrome, deverão utilizar outro navegador, como o Firefox ou o Internet Explorer, para conseguirem utilizar as aplicações em java existentes na internet. Não se conhece ainda qual será a reacção dos vários serviços do Estado a estas limitações acrescidas. A Google, que desenvolve o Chrome, alega que o protocolo em que se baseia o java é extremamente vulnerável a ataques maliciosos e prejudica a navegabilidade na internet. Desde 2013 que lançou alertas indicando que iria descontinuar progressivamente a possibilidade de carregar aplicações em java no seu navegador.

Há indicações de que esta prática poderá vir a ser seguida por todos os principais promotores de navegadores na internet.

Sem comentários:

Enviar um comentário